Home Atualidades Brasília Vigilantes da Secretaria de Saúde do DF param por descumprimento da lei

Vigilantes da Secretaria de Saúde do DF param por descumprimento da lei

Trabalhadores que prestam serviço de vigilância nos hospitais regionais de Sobradinho, Planaltina e do Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib) paralisaram as atividades nesta quarta-feira (11/10). Eles protestam contra o descumprimento da Convenção Coletiva de Trabalho e da lei distrital 4.794/2012, de autoria do deputado Chico Vigilante (PT), que garantem os postos de trabalho em caso de troca de empresa. A paralisação, que teve início às 7h, vai até às 19h.

De acordo com o Sindicato dos Vigilantes do DF (Sindesv-DF), cerca de 500 trabalhadores estão sendo prejudicados. Isso porque nas novas licitações para o serviço, que passam a valer a partir desta segunda (16/10), a empresa Ipanema foi a vencedora de alguns lotes, mas se negou a manter os trabalhadores que já estavam no setor.

“A lei e a nossa CCT são claras: a empresa que ganhar licitação é obrigada a manter os trabalhadores. Realizamos várias reuniões para tentar solucionar isso, mas ainda não conseguimos. E o GDF continua omisso”, denuncia o dirigente do Sindesv, Gilmar Rodrigues.

Segundo ele, os vigilantes não aceitarão essa situação e poderão prolongar a paralisação. “Se as empresas não cumprirem a lei, na segunda-feira (16), nós vamos realizar outras ações.”
Fonte: CUT Brasília