Home Brasília CUT Brasília Suas dívidas serão perdoadas?

Suas dívidas serão perdoadas?

Imagine acordar e saber que suas dívidas com aluguel, empréstimo bancário, conta do mercado, de remédio e todas as outras, serão perdoadas. Será que isso é possível? Para nós, trabalhadores e trabalhadoras, com certeza não é. Mas, para os banqueiros, amigos do golpista Temer, é totalmente viável e aconteceu nesta segunda (17).

Por 5 votos a 3, o Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) do Ministério da Fazenda, órgão do governo, decidiu perdoar a bagatela de R$ 25 bilhões sonegados pelo Itaú relativos à valorização do banco na fusão com o Unibanco.

Isto mesmo! Você não leu errado. Num momento em que o ilegítimo Michel Temer justifica que, por não ter dinheiro em caixa, precisa reformar a Previdência, privatizar, cortar investimentos sociais, congelar gastos, retirar direitos trabalhistas, para assim garantir o pagamento de juros da dívida pública aos bancos, ele vai deixar de cobrar uma verdadeira fortuna que seria destinada ao pagamento da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSSL) para a Previdência Social e, o restante, à Receita Federal.

Inescrupulosamente, o golpe é contra o povo brasileiro e em defesa do sistema financeiro. Não é por acaso que dois banqueiros ocupam postos estratégicos dentro do TEMERoso governo, Henrique Meireles, comandando o Ministério da Fazenda, ao qual o Carf é subordinado, e Ilan Goldfajn, no Banco Central.

O presidente da CUT Brasília, Rodrigo Britto, se contrapõe a mais essa medida perpetrada pelo golpismo. “Todos os dias somos surpreendidos pelas novas ações desse governo ilegítimo que se empenha em prejudicar a classe trabalhadora e as camadas mais pobres da sociedade, enquanto beneficia, absurdamente, os mais ricos, financiadores do golpe que agora cobram seu preço. Tais ações só reforçam nossa unidade na luta e vontade de enfrentamento, por isso, vamos parar o Brasil no dia 28 de abril para dar um basta em tantos desmando e abusos”, convoca.

Fonte: CUT Brasília