Home Atualidades #TodosPelaUnB

#TodosPelaUnB

As políticas de ajustes fiscais do governo golpista de Michel Temer têm provocado vasta precarização nos serviços prestados à população. Dessa vez, o corte de 45% das verbas de custeio das instituições públicas de ensino superior lançou as universidades e institutos federais em uma grave crise financeira, impondo a redução de programas, contratos e até dificultando o pagamento de contas.

No Distrito Federal, a UnB começou a sentir o peso do golpe e a redução orçamentária deu margem ao sucateamento de uma das universidades mais importantes do Brasil. O corte de gastos já resultou na demissão de 200 trabalhadores terceirizados, e outros tantos estão ameaçados de desligamento, precarizando os serviços de limpeza, conservação, segurança e transporte da instituição.

Em combate a tamanho retrocesso, a Central Única dos Trabalhadores de Brasília lança a campanha #TodosPelaUnB, por compreender que a Universidade de Brasília é um patrimônio da população do Distrito Federal e do Brasil e que possui um valor extraordinário na formação de milhares de pessoas.

Durante a campanha, serão promovidas ações fundamentadas na luta pela revogação da redução de 45% do orçamento destinado à educação superior pública; pelo cancelamento das demissões dos trabalhadores terceirizados; na defesa da UnB, e pela valorização e empoderamento de uma educação superior pública, gratuita e de qualidade.

“A Universidade de Brasília é um patrimônio do povo do Distrito Federal e do Brasil, por isso precisamos defendê-la e também seus trabalhadores”, afirma o presidente da CUT Brasília, Rodrigo Britto. Para o dirigente, a falta de verbas para as universidades públicas e os institutos federais – criados nos últimos dois governos – não é uma questão financeira, “é um posicionamento político de um governo golpista que não quer a ascensão das camadas mais pobres da nossa sociedade”.

O dirigente também defende que a proteção da UnB deve ser feita por toda a população do Distrito Federal, dada a sua grande importância social. Dessa forma, convoca todas suas entidades filiadas, trabalhadores e trabalhadoras, para se juntarem nessa luta.

Então, seja você também um defensor da UnB. Participe e contribua para a propagação dessa ideia.

#TodosPelaUnB

Fonte: CUT Brasília