Home Atualidades Brasil Redes sociais engrossam campanha contra reforma da Previdência

Redes sociais engrossam campanha contra reforma da Previdência

A ação da CUT Brasília para enterrar de uma vez por todas a reforma da Previdência está sendo realizada também nas redes sociais. Neste mês de dezembro, o trabalhador e a trabalhadora podem participar da campanha que é simples, mas pode dar uma tremenda dor de cabeça nos golpistas que apoiam a ideia do presidente ilegítimo Michel Temer. Isso porque 2018 é ano eleitoral e o recado já foi dado pela população: “quem votar, não volta”.

É fácil participar. Tire uma foto sozinho ou com outras pessoas, segurando um cartaz com a frase “Eu quero me aposentar”. Poste com a hashtag #NãoàReformadaPrevidência no Facebook, no Twitter, no Instagram, e não esqueça de marcar a CUT Brasília (@CUTBrasilia) para que o material possa aparecer nas redes da Central. Lembre-se que, para marcar a Central, você tem que ter curtido a página no Facebook e/ou seguir a CUT Brasília nas outras redes.

A reforma da Previdência está na Câmara dos Deputados com o nome de PEC 287. Para ser aprovada, ela precisa de 308 votos. Em depoimento recente, o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM), afirmou que o governo ainda não tem os votos necessários para votar a reforma da Previdência. Segundo ele, a base governista trabalha com o cenário de colocar a PEC 287 em votação no dia 12 de dezembro. A intenção é votar a proposta em dois turnos até dia 20 deste mês.

Fonte: CUT Brasília