Home Direito do Trabalhador Lançamento do 8° Encontro Nacional do MAB acontece em Brasília

Lançamento do 8° Encontro Nacional do MAB acontece em Brasília

Na próxima terça (15/8), o auditório da CUT Brasília sediará o lançamento do 8º Encontro Nacional do Movimento dos Atingidos por Barragem (MAB), a partir das 18h30. Trata-se de uma preparação para a grande mobilização que acontece na cidade do Rio de Janeiro, entre os dias 1 e 5 de outubro.

Para difundir e aprofundar o debate do modelo energético na sociedade e motivar a participação no Encontro Nacional, o lançamento na capital federal contará com a presença de representantes dos partidos progressistas, movimentos populares, estudantil e sindicatos. Será um importante momento para avaliar e traçar os próximos passos da resistência no contexto de crise do capitalismo e de ataques severos à classe trabalhadora.

MAB rumo ao seu 8º Encontro Nacional

Para relembrar o importante legado deixado pela Revolução Russa, fazer uma avaliação crítica e trazê-lo à realidade brasileira atual, o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) decidiu realizar seu 8º Encontro Nacional justamente no mês em que completa 100 anos que a classe trabalhadora tomou o poder na União Soviética. Durante cinco dias, a Cidade Maravilhosa receberá o evento que traz como lema “Água e energia com soberania, distribuição da riqueza e controle popular”.

Especificamente no Brasil, o golpe de Estado está devastando os direitos dos trabalhadores e entregando as riquezas brasileiras ao capital internacional. Nesse contexto, a previsão para os próximos anos é de um sério agravamento nas condições de vida da população.

No campo da energia, o futuro também se mostra tenebroso. O Brasil passa por uma tentativa escancarada de transferência de nossas riquezas – água, petróleo e eletricidade – para as mãos de empresas transnacionais, além da ofensiva de privatização das estatais, como a Petrobras e Eletrobras. Com a soberania do país ameaçada, o sofrimento recai sobre as minorias e as camadas mais pobres da sociedade.

Porém, mesmo com essa avaliação da difícil conjuntura política que assola a nação, o MAB acredita que o Encontro Nacional é um momento de celebrar a vida, as vitórias, as alegrias, a camaradagem e o amor, construídos diariamente na luta por todos os atingidos e atingidas do país.

Campanha solidária de arrecadação

O Movimento dos Atingidos por Barragem nasceu há 20 anos e, de lá para cá, marcou sua história com muita resistência, lutas e conquistas. São duas décadas de mobilização nacional em defesa dos direitos dos atingidos e atingidas, em defesa da água e da energia e pela construção de um Projeto Popular para o país. Mas, tudo isso gera um alto custo.

Então, para garantir as principais pautas do movimento, além de contribuir com a ida de atingidos e atingidas ao 8º Encontro Nacional, o MAB lançou uma campanha de arrecadação.

Dentre as pautas que o movimento pretende fortalecer com a campanha, quatro se destacam: a resistência contra novos projetos de barragens na Amazônia; a reconstrução e organização dos atingidos na bacia do Rio Doce; o empoderamento das mulheres atingidas; e a defesa e promoção dos direitos humanos das populações impactadas.

Para apoiar a causa e contribuir com a campanha é possível depositar ou transferir sua doação diretamente para a conta da APEMA – Associação de Proteção ao Meio Ambiente ou doar por cartão de crédito e débito pela plataforma PayPal. Existe também a opção de se tornar um apoiador permanente do movimento, com contribuições mensais que podem ser selecionadas no site do PayPal.  Clique e contribua!

Fonte: CUT Brasília com informações do MAB Nacional