NOTA DE SOLIDARIEDADE | CUT-DF repudia punitivismo do GDF contra o Sindpen-DF

A CUT-DF se solidariza com o Sindicato dos Policiais Penais do Distrito Federal (Sindpen-DF), que em meio às graves consequências geradas pela pandemia no novo coronavírus foi condenado a pagar aos cofres públicos elevada multa aplicada durante paralisação realizada em 2012.

O processo estava parado há mais de três anos, e o prazo para pagamento termina no próximo dia 25 de junho, com a aplicação de nova multa e bloqueio da conta corrente da entidade sindical em caso de descumprimento.

O desarquivamento do processo contra o Sindpen-DF foi realizado concomitantemente com os altos gastos que o Sindicato vem tendo com a compra de equipamentos de proteção individual para a categoria, que não teria acesso sequer a álcool gel nos locais de trabalho não fosse o Sindpen-DF.

Avaliamos que a ação se constitui ataque ao direito de organização sindical, ganhando amplitude de gravidade se considerada a conjuntura marcada por crises financeira, sanitária e política, o que exige, mais que nunca, sindicatos fortes e independentes.

Autoritária, a decisão não apresenta outro propósito além de punir indevidamente a organização de classe dos policiais penais, lançando mão de uma justiça questionável e com impactos diretos na organização e luta em defesa da categoria.

A CUT-DF soma-se à luta do Sindpen-DF e, sustentados pelo pilar da solidariedade de classe, não admitimos que tente se fragilizar a autonomia das categorias em realizar mobilizações que visam à cobrança do cumprimento dos direitos trabalhistas.

Somos Fortes, Somos CUT!

Deixe um comentário:

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome