Sindsep-DF repudia nomeação de militares para o Ministério da Saúde

O Sindicato dos Servidores Públicos Federais no DF (Sindsep-DF) vem se manifestando contra a militarização dos serviços públicos. A inserção de militares vem sendo feita nos diversos órgãos do governo, de maneira crescente. Entretanto, o Ministério da Saúde se destaca nessa estratégia obscura do governo federal. No total, são 18 militares do Exército nomeados para cargos estratégicos da pasta.

“Substituir técnicos com formação e experiência de décadas na área de saúde pública por militares que certamente não têm a mesma experiência, principalmente no momento da pandemia, é uma temeridade, é uma irresponsabilidade do presidente Bolsonaro com o povo brasileiro”, afirma o secretário-geral do Sindsep-DF, Oton Pereira Neves.

A militarização do Ministério da Saúde e o posicionamento do Sindsep-DF foi tratada em reportagens do Jornal Nacional e do Jornal da Globo de terça-feira (19/05).

Fonte: CUT-DF, com informações do Sindsep-DF

Deixe um comentário:

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome