Servidores públicos lançam Campanha Salarial em ato nesta terça (11)

Nesta terça-feira (11), servidores públicos federais, organizados pelo Sindsep-DF, realizarão ato em repúdio a recente declaração do ministro da Economia, Paulo Guedes, que comparou os servidores a “parasitas”, e para lançar a Campanha Salarial Unificada dos servidores dos Três Poderes, com a entrega da pauta de reivindicações. A atividade será a partir das 12h30, em frente ao Ministério da Economia (Bloco P), Esplanada dos Ministérios.

O ato também vai cobrar audiência com o ministro da Economia, Paulo Guedes, solicitada pela Condsef/Fenadsef, Confederação da categoria, e demais entidades representativas da categoria. A exigência é de que o ministro da pasta abra imediatamente diálogo com os representantes do funcionalismo.

Para o secretário-geral do Sindsep-DF, Oton Pereira Neves, Paulo Guedes age de má fé ao afirmar que os servidores têm reajuste anual, pois os salários estão congelados desde 2017 em função da emenda constitucional 95/2016, do teto de gastos. “O servidor trabalha para manter a máquina pública funcionando. Mas Guedes trabalha para satisfazer as necessidades do mercado financeiro internacional, o verdadeiro parasita do orçamento público”, afirmou.

Para o sindicalista, a fala do ministro está em concordância com a campanha difamatória da imagem do servidor. “Quem é o parasita? É o cara que vive de investimentos e dá rombo em fundos de pensões, ou o trabalhador do setor público, como o enfermeiro, o professor, o gari ou o policial, e tantos outros profissionais que atuam para a qualidade dos serviços públicos? Acho que a população sabe a resposta”, concluiu.

Ato e assembleia

Na quarta-feira, dia 12, os servidores participarão de ato e seminário convocados pela Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Servidores e dos Serviços Públicos. A atividade será no auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados, a partir das 8h. Logo em seguida, às 12h30, será realizada assembleia geral do Sindsep-DF, na portaria do Anexo II da Câmara, como preparação para o Dia Nacional de Mobilização e Lutas em 18 de março, que traz como pauta o repúdio ao desmonte dos órgãos públicos e às privatizações, e em defesa dos serviços públicos e da soberania nacional.

Assista ao vídeo do secretário-geral da Condsef, Sérgio Ronaldo, que esclarece quem é o verdadeiro parasita do Brasil.

Fonte: Sindsep-DF, com edição nossa

Deixe um comentário:

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome