SELENE SIMAN | O ataque à saúde pública e a violência contra as mulheres

As mulheres são as principais usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS). Diante disso, a secretária de Saúde da CUT Brasília e diretora do Sindiserviços, Selene Siman, afirma que os cortes no orçamento público feitos pelo GDF prejudicam a oferta da saúde pública, atacando principalmente as mulheres.

“Defendemos que a mulher tenha o direito à saúde, pois sem esse serviço público, seu trabalho também é afetado, sua vida é afetada”, afirma. “A mulher tem que ter uma saúde digna”, completa a dirigente sindical.

Este é o 17º da série de 21 vídeos produzidos pela CUT Brasília sobre a violência contra as mulheres nas relações de trabalho. O material faz parte da campanha 21 Dias de Ativismo Feminista Pelo Fim da Violência Contra a Mulher.

Leia também: 21 DIAS DE ATIVISMO FEMINISTA | CUT reflete sobre violência contra as mulheres nas relações de trabalho em http://bit.ly/343ynvE

Deixe um comentário:

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome