THIANA SANTANA | Política atual aumenta violência contra as mulheres no ambiente de trabalho

Diretora do Sindicato dos Vigilantes do DF e integrante do Conselho Fiscal da CUT Nacional, Thiana Santana afirma que a ausência de políticas públicas, as consequências das reformas trabalhista e previdenciária, além do discurso machista do presidente Bolsonaro, contribuem para o aumento da violência contra a mulher do ambiente de trabalho.

“A cada 4 minutos, uma mulher é vítima de assédio no ambiente de trabalho”, denuncia.

Este é o 13º da série de 21 vídeos produzidos pela CUT Brasília sobre a violência contra as mulheres nas relações de trabalho. O material faz parte da campanha 21 Dias de Ativismo Feminista Pelo Fim da Violência Contra a Mulher.

Leia também: 21 DIAS DE ATIVISMO FEMINISTA | CUT reflete sobre violência contra as mulheres nas relações de trabalho em http://bit.ly/343ynvE

Deixe um comentário:

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome