CARLIENE CUNHA | A violência contra as psicólogas que atuam em clínicas

Psicóloga, pedagoga e professora da Secretaria de Educação do DF, a diretora estadual da CUT Brasília Carliene Cunha convoca as psicólogas a se organizarem e somarem à campanha pelos 21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher.

Ela conta que a maioria da categoria de psicólogos/as é formada por mulheres, sendo que a atuação, na maioria das vezes, é feita em clínicas. “É na clínica que o empreendedorismo liberal, individual e competitivo traz um grande desafio organizacional da categoria enquanto classe. Na clínica, estamos vulneráveis a diversas violências, e é neste espaço que os planos de saúde exploram a mão de obra das psicólogas”, afirma.

Este é o oitavo da série de 21 vídeos produzidos pela CUT Brasília sobre a violência contra as mulheres nas relações de trabalho. O material faz parte da campanha 21 Dias de Ativismo Feminista Pelo Fim da Violência Contra a Mulher.

Leia também: 21 DIAS DE ATIVISMO FEMINISTA | CUT reflete sobre violência contra as mulheres nas relações de trabalho em http://bit.ly/343ynvE

Deixe um comentário:

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome