CUT Brasília elege delegada para 4º Encontro Nacional pelo Direito à Comunicação

Em uma conjuntura de violações à liberdade de expressão, ao direito à comunicação e à informação e também de um processo de desinformação desenfreado, insuflado pelo próprio governo federal, foi realizado no último sábado (5/10) o 3º Encontro Candango pelo Direito à Comunicação.

Realizada pelo Comitê DF do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) como etapa preparatória para o 4º Encontro Nacional pelo Direito à Comunicação, a atividade teve como tema “Direito à comunicação: como resistir e como avançar”. Foram discutidos temas como comunicação pública; fake news e desinformação; segurança digital; projetos de lei no Congresso Nacional que tratam do direito à comunicação; comunicação popular e sindical e outras questões. No encontro, ainda foram eleitas duas delegadas do DF que participarão do 4º ENDC, entre elas Ana Paula Cusinato (grupo de oposição ao Sindjus-DF), representado a CUT Brasília.

“O 4º Encontro Nacional pelo Direito à Comunicação é estratégico para a classe trabalhadora que, assim como toda a sociedade, sofre com a violação da liberdade de expressão, censura, uma mídia oligopolizada que transmite somente os interesses de menos de dez famílias, além de um processo de desinformação engrossado pelas redes sociais na Internet, que polariza a sociedade e impede a formação de cidadãos críticos e capazes de transformar suas próprias histórias. Nos somaremos às demais vozes que se levantam em defesa do direito à comunicação e à informação para enfrentarmos os desafios do próximo período”, afirma Ana Paula.

Cerca de 30 pessoas participaram do 3º Encontro Candango pelo Direito à Comunicação, entre representantes de sindicatos filiados à CUT Brasília, como Sindicato dos Professores do DF (Sinpro) e Sindiserviços, que representa trabalhadores e trabalhadoras terceirizadas.

“É preciso que nós, dirigentes sindicais, abracemos de uma vez por toda a pauta pela luta pela democratização da comunicação. Somente com o direito de se comunicar, com ferramentas para executar essa tarefa e com pluralidade de vozes – o que é impossível com os meios de comunicação nas mãos de dez família – poderemos avançar no fortalecimento da democracia, das conquistas da classe trabalhadora; em um mundo mais justo”, afirma o secretário-geral da CUT Brasília, Rodrigo Rodrigues.

Sobre o ENDC

O 4º Encontro Nacional pelo Direito à Comunicação será realizado de 17 a 20 de outubro, em São Luis (MA). O evento é organizado a cada dois anos pelo Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação – FNDC e reúne ativistas, militantes, pesquisadores/as e trabalhadores/as para debater os principais temas da área de comunicações, dessa vez com ênfase em liberdade de expressão e democracia.

Temas como o papel da comunicação na resistência democrática; violação de direitos humanos na mídia; e a comunicação pública como promotora da diversidade e pluralidade estão previstos na programação. Também está agendado um ato político em defesa da liberdade de expressão, no dia 18 de outubro, na Faculdade Estácio de Sá.

O 4º ENDC é aberto à população. Acesse a programação completa e inscreva-se em https://doity.com.br/4endc

Fonte: CUT Brasília, com informações do FNDC

Deixe um comentário:

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome