Coletivo de Trabalhadores com Deficiência delibera plano de luta para próximo período

Além de orientar a luta dos trabalhadores, as deliberações serão encaminhadas para o 14º Congresso Estadual da CUT Brasília

Em reunião realizada nesta segunda (9), o Coletivo de Trabalhadores  com Deficiência da CUT Brasília deliberou uma série de ações que orientará a luta no próximo período. As resoluções serão encaminhadas ao 14º Congresso Estadual da CUT Brasília – CECUT, agendado para os dias 8 e 9 de novembro.

Dentre as deliberações,  está o fortalecimento da atuação da CUT no Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Distrito Federal – CODDEDE. Na última quinta (4) os conselheiros tomaram posse no CODDEDE. O grupo deliberou ainda integrar o Fórum dos Direitos da Pessoa com Deficiência, composto por várias entidades da sociedade civil.

Outra ação importante é a criação de Coletivos de Trabalhadores com Deficiência dentro dos sindicatos. “Percebemos que a maior parte das entidades ainda não possuem nem Coletivos e nem pastas responsáveis pela pauta dos trabalhadores com deficiência. E precisamos levar para essa questão para o Congresso da CUT”, destacou o secretário de Política Social da CUT Brasília e coordenador do Coletivo, Yuri Soares.

“Além disso, queremos ressaltar a importância de realizar cursos de formação política para os trabalhadores com deficiência, não somente para os dirigentes, mas também para a base”, reforçou o dirigente.

Visando fortalecer ainda mais o embate por políticas públicas, o Coletivo deliberou a realização de um seminário com a participação da sociedade civil. A ideia é que a atividade seja realizada após o 14º CECUT.

Por fim, o Coletivo encaminhará à direção nacional da CUT uma sugestão para que, no próximo período, seja realizada uma marcha nacional das pessoas com deficiência.

“É fundamental que, nesse processo de mobilização por mais políticas públicas, tenhamos o apoio da população. Desse forma, nossa luta será fortalecida”, encerrou Yuri.

Fonte: CUT Brasília

Deixe um comentário:

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome