NÃO À REFORMA DA PREVIDÊNCIA

O advogado Marcos Rogério, integrante da Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD), explica que, mesmo com alterações, a reforma da Previdência permite o pagamento de benefícios abaixo do salário mínimo e prejudica a aposentadoria especial.

Fonte: CUT Brasília

Deixe um comentário:

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome