Campanha Calar Jamais! sai em defesa ampla da liberdade de expressão no Brasil

A campanha Calar Jamais!, lançada em 2016 pelo Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), começa uma nova fase a partir deste 18 de junho, com uma identidade visual atualizada e desenvolvendo uma abordagem ampliada em defesa da liberdade de expressão no país. Até então, a campanha tinha um foco mais específico na denúncia de violações a esse direito. Agora, a ideia é promover atividades e eventos de formação sobre o tema, articular diferentes setores da sociedade civil em defesa da pauta e seguir monitorando os casos graves de violações desse direito que se multiplicam pelo país afora.

Segundo a coordenadora-geral do FNDC, a jornalista Renata Mielli, a conjuntura do país passou a demandar uma revisão da campanha original para dar conta da complexidade de fenômenos que atentam contra a liberdade de expressão na atualidade, incluindo uma dimensão de institucionalização desses ataques e sua ampliação contra setores até então imunes à essas agressões, como a chamada “grande imprensa”, mas também contra a educação, cultura e a organização social.

“Percebemos a necessidade de colocar no centro da campanha Calar Jamais! não mais denúncias de casos isolados de violação à liberdade de expressão, mas a necessidade da defesa da liberdade de expressão, da liberdade de pensamento, da livre organização que, infelizmente, são os principais alvos do atual governo. Esse reposicionamento da campanha é para mostrar para sociedade brasileira e para o mundo como estamos vivendo um momento de ataque institucional à este direito fundamental, em suas dimensões mais amplas, inclusive da educação e da cultura”, explica.

Nos próximos dias, serão lançados cards informativos explicando a importância da liberdade de expressão, como e quando ocorrem violações a esse direito e mecanismos para proteger e ampliar essa garantia para o conjunto da população. Além disso, os Comitês do FNDC nos estados deverão organizar eventos de lançamento da campanha, haverá distribuição de materiais sobre o tema, incluindo a produção de um vídeo. Também deverão acontecer oficinas e atividades de capacitação no tema.

Leia aqui o Manifesto da Calar Jamais!

Fonte: FNDC

Deixe um comentário:

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome