Greve Geral | Professores aderem ao movimento e realizam assembleia com paralisação

No dia 14 de junho, data da Greve Geral da Classe Trabalhadora − chamada pela CUT e demais centrais −, os professores e orientadores das escolas públicas do DF realizarão assembleia com paralisação. A atividade acontecerá na Praça do Buriti, às 9h30.

Dentre os temas que serão debatidos pelo magistério, está o Plano Distrital de Educação, em especial, a meta 17, que dispõe da valorização dos profissionais da educação da rede pública de educação básica ativos e aposentados.

Será tema de debate também a intensificação da luta pela construção/reforma das escolas, bem como a construção de creches, reajuste salarial de 37%, além da militarização das escolas, e da mobilização contra a reforma da Previdência, proposta carro-chefe da Greve Geral, que coloca professoras e professores como umas das principais vítimas da Proposta da Emenda à Constituição (PEC 006).

Neste dia, trabalhadores e trabalhadoras do serviço público e iniciativa privada paralisarão as atividades contras as políticas anti-povo do governo Bolsonaro. A expectativa é que, além da paralisação, as entidades sindicais realizem algum tipo de atividade junto à base.

Leia mais: Greve geral dia 14 contra a reforma da Previdência e todos os desgovernos de Bolsonaro

Fonte: CUT Brasília

Deixe um comentário:

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome