Bancários de Brasília vão às urnas para escolher diretoria do sindicato

Nos dias 15, 16 e 17 de maio, os trabalhadores bancários vão às urnas para eleger a diretoria que estará à frente do Sindicato pelo próximo triênio 2019/2022. A Chapa 1 “Unidade e Resistência” estará está na disputa, representando os valores CUTistas.

Neste pleito, a categoria encontra-se em um cenário bastante complicado. Além das constantes ameaças de privatização dos bancos públicos, no âmbito privado, os trabalhadores lidam constantemente com a precarização das relações de trabalho.

Como se não bastasse, o governo de Bolsonaro, seguindo a linha do golpista Temer, se empenha para retirar direitos e benefícios conquistados em anos de luta. Para viabilizar esse retrocesso, busca, por meio de projetos reacionários, enfraquecer as entidades sindicais, principal instrumento de luta da classe trabalhadora.

Nesse sentido, a Chapa 1 vem com o compromisso de fortalecer a luta pela valorização dos trabalhadores e defender a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). Além disso, a diretoria buscará avanços para todos os segmentos da sua base: mulher, juventude, pessoas com deficiência, aposentados e outros.

Outro ponto importante defendido pela Chapa é aproximação do Sindicato à sua base, seja por meio do diálogo direto, ou pelos canais de comunicação disponíveis na entidade.

“Trazemos em nosso perfil a capacidade de alinhar a experiência da atual gestão com o equilíbrio necessário ao fortalecimento da categoria. Juntos vamos atuar com comprometimento, responsabilidade e ousadia para garantir a defesa e qualidade dos empregos”, disse Kleytton Morais, candidato a presidente do Sindicato.

Fonte: CUT Brasília

Deixe um comentário:

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome