Trabalhadores da CEB aprovam proposta da empresa e fecham acordo

Em assembleia realizada nesta terça (4), os trabalhadores da Companhia Energética de Brasília (CEB) aprovaram a proposta apresentada pela empresa, com aval do Governo do Distrito Federal, sobre o Acordo Coletivo 2018/19. Outras três preposições haviam sido rejeitadas. Com a decisão, a categoria, que estava em greve desde o início da segunda (3), retornou aos postos de trabalho depois das 19h.

Pela proposta, o servidor receberá um reajuste salarial de R$ 337,65, que corresponde a 100% do INPC apurado (4%). O valor será distribuído de forma linear para todas as trabalhadoras e trabalhadores da CEB.

Além disso, no mês de dezembro, a categoria ganhará um tíquete natalino no valor de R$ 2.860,00, e o ressarcimento das despesas ortodônticas, que na proposta anterior era de 30%, avançou para 50%. Os dois dias de paralisação também serão abonados.
De acordo com o STIU-DF ― sindicato que representa o grupo ―, os trabalhadores entenderam que o momento é de prudência e que a judicialização da greve poderia acarretar em um revés aos pontos já conquistados da pauta de reivindicações.

A direção do STIU-DF destacou ainda que a categoria deve se preparar para os embates do próximo período e construir uma nova pauta de reivindicações mais ampla, atendendo ao maior número de trabalhadores possível.

Fonte: CUT Brasília com informações do STIU-DF

Deixe um comentário:

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome