Lula é homenageado em encontro sindical internacional

Sindicalistas de todo o mundo realizaram um ato em solidariedade e pela liberdade de Lula, preso político, mantido encarcerado injustamente em Curitiba há oito meses. A homenagem foi realizada em Copenhagen, capital da Dinamarca, onde acontece o 4° Congresso da Confederação Sindical Internacional (CSI).

Por meio de uma postagem nas redes sociais, a vice-presidenta nacional da CUT, Carmen Foro ― que participa do encontro ― avaliou o momento como “emocionante”.

“É muito comovente ver a representação sindical do mundo inteiro homenageando o presidente Lula. Ele que é uma figura reconhecida e respeitada mundialmente e muito querido pelo movimento sindical internacional”, postou a dirigente.

A homenagem antecedeu o julgamento do pedido de habeas corpus de soltura do líder da classe trabalhadora que será julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), nesta terça (4).

Em carta, Lula agradece a solidariedade

Durante o ato, foi lida a carta que Lula mandou à CSI denunciando o golpe, ainda em curso no Brasil, que teve início com o impeachment da presidenta eleita Dilma Rousseff, continuou com os ataques aos direitos sociais e trabalhistas, depois com sua prisão, após condenação sem crimes nem provas, e resultou no impedimento de sua candidatura à presidência da República, em 2018, mesmo liderando todas as pesquisas eleitorais.

O líder trabalhista também reforçou a importância da atuação da CSI e a necessidade de um movimento sindical unido para lutar pelos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, no Brasil e no mundo, em defesa da democracia e para alcançar uma sociedade mais justa.

“Hoje, mais do que nunca, precisamos de um movimento sindical forte e unido para, juntos, lutar pela democracia, resgatar e fortalecer os direitos trabalhistas e alcançar uma sociedade mais justa e igualitária”, escreveu Lula aos participantes do congresso da CSI.

Carta de Lula à CSI:

Fonte: CUT Brasília com informações da Nacional

Deixe um comentário:

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome