CUT repudia e contesta a extinção do Ministério de Trabalho

“A CUT repudia e contesta a extinção do Ministério de Trabalho anunciada na tarde desta quinta-feira (7) pelo presidente eleito Jair Bolsonaro. Se não for mais uma bravata, a medida representa mais um desrespeito à classe trabalhadora e um serviço aos patrões. Fechar um espaço institucional, em nível de governo, de discussão, balizamento e regulação das relações capital-trabalho significa fechar um canal de expressão dos trabalhadores”. Leia nota completa no link https://tinyurl.com/y9bdo3m9

 

Deixe um comentário:

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome