Funcionalismo de Planaltina de Goiás vai a Goiânia acompanhar julgamento do prefeito

Em continuidade à luta contra a negligência da administração local, o funcionalismo público de Planaltina de Goiás seguirá em caravana rumo à capital do estado, nesta quinta (14), para acompanhar o julgamento em segunda instância do processo de cassação do prefeito do município. A chapa do administrador é acusada de utilizar-se de meios ilegais para ganhar as eleições de 2016.

De acordo com o diretor do Sindplag – sindicato que representa os servidores –, Rubens Alves, desde que assumiu o mandato, a gestão atual tem atacado constantemente os direitos da categoria. Uma das principais investidas tem sido aos planos de carreira do funcionalismo.

O embate da categoria pelo cumprimento desses planos iniciou em 2012. Desde então, os gestores anteriores, mesmo que de forma parcial e sob pressão, vinham pagando o benefício. No entanto, o atual prefeito, além de descumprir o acordo, entrou com ação judicial no Tribunal de Contas Municipal do Estado de Goiás (TCM-GO) pedindo a anulação dos planos e alegando inconstitucionalidade. No entanto, Rubens explica que o Sindiplag conseguiu uma liminar que impede o TCM de julgar a causa.

O dirigente destaca ainda que as próximas estratégias de mobilização da categoria serão elaboradas a partir da decisão judicial, que definirá o destino do prefeito. “Deixamos claro que nossa luta e mobilização não são contra a pessoa do prefeito, mas, sim, contra sua gestão, que tem se mostrado negligente desde o início. O próximo gestor que assumir o cargo também deve ter em mente que a categoria está unida e pronta para continuar o combate a qualquer retirada de direito”, finalizou.

Fonte: CUT Brasília.

Deixe um comentário:

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome