Presidente da CUT Brasília defende os Correios como empresa pública e a serviço da população

O fechamento de mais de 500 agências dos Correios e a demissão de 5,3 mil funcionários da estatal foi tema de audiência pública no Senado Federal nessa quinta-feira (17), na audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Legislação. A CUT Brasília, representada por seu presidente, Rodrigo Britto, esteve presente ao debate e defendeu a empresa como pública e a serviço da sociedade.

Deixe um comentário:

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome