Servidores do Detran-DF cruzam os braços a partir de terça (13)

Na manhã desta quinta-feira (8), o funcionalismo do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (DETRAN/DF) aprovou o início da greve da categoria por tempo indeterminado, a partir da próxima terça (13). Serviços como fiscalização, vistoria, transferência de veículos e emissão de documentos ficarão suspensos.

Os servidores exigem o cumprimento imediato de acordos  feitos e garantidos em lei desde 2015, como o pagamento da terceira parcela do reajuste salarial concedido à categoria. Além disso, também reivindicam o reajuste do tíquete-alimentação, a jornada de trabalho de 30 horas, autorização para o abono pecuniário, e reajuste salarial de 37% referente à inflação de 2014 a 2017 mais ganho real.

De acordo com Fábio Medeiros, presidente do sindicato que representa a categoria no DF –Sindetran –  O governo não deu outra alternativa ao funcionalismo senão a greve . “Paralisar os serviços não é bom para ninguém, porém, é a arma mais eficaz para garantir nossos direitos. O GDF já se apropriou de mais de R$ 4 bilhões de recursos do Iprev, além de estar saindo dos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal. Portanto, exigimos que Rollemberg atenda a pauta dos servidores. Caso contrário, intensificaremos ainda mais nossa mobilização”, concluiu.

Fonte: CUT Brasília

Deixe um comentário:

Digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome